Dos miúdos de agora

É tanta "mania", tanta futilidade, tanto sentimento de superioridade, tanta falta de respeito, tanta falta de valores! Pior ainda é ver que é a própria sociedade a incentivar e a cultivar este tipo de comportamento. Imponham regras, ensinem-nos a agir de acordo com a idade, expliquem-lhes as coisas. Hoje em dia é muito fácil obter informação e o que isso nos traz de bom, traz também de mau, há informação de qualidade mas também há o oposto, como distinguir uma da outra se não há acompanhamento, orientação?
Uma filha minha com 14 anos não há-de ir para a discoteca só porque as amigas vão, não há-de ir para a escola maquilhada como uma mulher de 25 ou andar quase sem roupa (nem aos 14 nem em idade nenhuma), não quero saber se sou a má da fita. E mais, há-de compreender porquê, porque é que não pode, porque é que não deve.
Por favor tentem incutir-lhe alguns valores. Dêem-lhes atenção, passem tempo com eles, conversem com eles. Tentem percebê-los e orientá-los. Epa, tentem, eu sei que não é fácil mas TENTEM!!

* Há excepções, felizmente há excepções!

Memórias escritas

Revi a lista mental de objectos que não podia esquecer, pensei nas paragens que ainda teria que fazer pelo caminho. Peguei na mochila, computador, mala, chave de casa, chave do carro, telemóveis, carregadores, não podia esquecer os carregadores... encher o depósito de gasolina, passar pelo supermercado. Confirmar a morada, colocar o GPS, dizer-lhe que estou a caminho.
Parar. Respirar.
Vai acontecer, finalmente, vai acontecer.

“Adoro-te”, li a palavra mil vezes, outras mil a escrevi. Era sincera, verdadeira e tudo me dizia que assim continuaria a ser, uma simples palavra que me dava tantas certezas.
Liguei o carro, sorri, respirei fundo novamente e fiz-me à estrada. Estava nervosa, muito nervosa, estava prestes a conhecer o rosto que durante aqueles meses não saiu do meu pensamento.
Tive medo do que iria sentir, do que ele iria sentir. E se não fosse certo? Se não nos entendêssemos? Se foi tudo uma ilusão? Ri de mim própria, que seria de mim sem as constantes dúvidas? Tão rápido como apareceram, desvaneceram-se no meu pensamento e voltei a concentrar-me no momento que tanto havia esperado, no momento em que tudo se tornaria real.
Estava cada vez mais próxima. Li a mensagem dele a dizer que tinha chegado, enviei um simples sorriso. Liguei-lhe quando já estava perto, muito perto. Cheguei, parei o carro e liguei-lhe novamente, disse onde estava, segundos depois vi-o a caminhar para mim. Não me lembro do que dizíamos. Sei que ele caminhou até mim, sei que me aproximei dele, sei que fiquei em dúvida sobre como o devia cumprimentar e parei, a poucos centímetros, esperando uma reacção. Por várias vezes falamos sobre isso, sobre como nos iríamos cumprimentar, as hipóteses eram tantas que não fazia ideia do que podia acontecer. Silêncio. Ele viu-me hesitar e logo agiu. Vi no olhar e no jeito dele o que iria acontecer. “Anda cá”, foi o que ele disse, uma expressão banal que para nós, para mim, tanto significava devido à quantidade de vezes que a dizíamos, devido ao contexto em que a dizíamos. Senti a mão dele na minha cintura. Senti-o próximo. Senti os lábios dele colados aos meus. Forte. Intenso. Demorado. Real.

Dia 19

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Diz o nome de uma pessoa que ames.
hmm já disse as pessoas que amava, os nomes não são relevantes.

2. Há alguém a quem gostarias de dar um murro na cara neste momento?
Não, estou bem, não sou violenta (só se forem comigo) e das pessoas que o poderiam merecer só quero distância.

3. Estás chateada com alguém?
Não, a vida é curta demais para guardar rancor...

4. Quantos pares de Leggings tens?
2 ou 3.

5. Quantas camisolas com capuz tens?
Nenhuma!!

(sem) Força

Nunca serei a mulher que precisa de um homem que a proteja porque sou daquelas que se atira para a frente da bala se preciso for, que corre riscos sem sequer se aperceber, que enfrenta o perigo quando todos os outros recuam por medo. Não sou corajosa, só não sinto o medo, o perigo e gosto da adrenalina. Mas também preciso de segurança, preciso de sentir que tenho liberdade para ser eu própria, preciso de sentir que posso ser quem te prometi, ser a mulher que sabes estar escondida aqui dentro, preciso de sentir que me queres ver, percebes? Porque se me confundes ainda mais, se rejeitas os meus avanços, vou começar a recuar, a só avançar quando insistes.

Estás a perder a melhor parte de mim.

Dia 18

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Personagem preferida do filme Harry Potter.
(Isto começa mesmo a perder o interesse -.-). Não tenho, mas a minha melhor amiga adora o Ron e "obriga-me" a saber coisas sobre ele, por isso ficamos com o Ron.

2. Personagem preferida do filme À Procura de Nemo.
hmm o Nemo? (nem o nome das personagens sei...)

3. A primeira pessoa com quem falaste hoje?
Mãe.

4. A última pessoa com quem falaste hoje?
O dia ainda agora começou, por isso, logo venho actualizar :p
(Actualização: A última pessoa com quem falei foi a mesma pessoa especial com que falo pela última vez todos os dias)

5. Diz uma pessoas que odeies.
Não odeio ninguém, não vale a pena, só nos faz mal. As pessoas que já me fizeram mal ou tentaram tiveram o que mereciam, fosse pela minha intervenção ou pela intervenção "divina". Nunca gostei de falar mal das pessoas e sempre fiquei incomodada quando outros o fazem, principalmente de uma forma constante. Não sou santa, sei ser bastante fria e vingativa, mas depois esqueço (se calhar às vezes o problema é que esqueço mesmo as porcarias que me fazem).

Dia 17

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. De que cor são as tuas calças?
São de ganga azul escura.

2. Série preferida?
hahaha não tenho, vejo muitas, sério, muitas, mas pronto, hoje vamos eleger The Vampire Diaries e Supernatural.

3. Filme preferido?
Talvez "August Rush", se me conhecessem perceberiam porquê.

4. Harry Potter ou Twilight?
Hmm Twilight? (sou um desastre, eu sei)

5. Harry Potter ou The Hunger Games (Os Jogos da Fome)?
Ainda não vi The Hunger Games (sim, já sei, desastre), por isso não sei.

Dia 16

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Animal favorito?
Cão.

2. De que cor é a tua roupa interior?
hahahahaha branco e rosa -.-

3. Chocolate ou Baunilha?
Chocolate :p

4. Sabor preferido de gelado.
Eu sei lá... Gosto de todos os sabores, mas depende do tipo de gelado e, às vezes, da marca. O último que comi era de frutos vermelhos, tão bom!!!

5. Qual é a cor da camisola que estás a usar?
É uma camisa cinzenta e branca.

Dia 15

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Tens desejo de alguma coisa? O quê?
Desejos tenho tantos... Para mim, para as pessoas de quem gosto, para o mundo... São desejos que se confundem com objectivos e que englobam planos para os atingir. Neste preciso momento, desejo um quadradinho de chocolate, pode ser? (ou um tablete inteira haha)

2. De que cor são as tuas toalhas?
Que raio de pergunta... tenho branca, beje, rosa, verde, azul, castanha... sei lá...

3. Com quantas almofadas dormes?
Umazinha.

4. Dormes com animais de peluche?
Nop, nunca dormi com animais de peluche, mas tenho alguns no quarto.

5. Quantos animais de peluche achas que tens?
Ui muitos.

Dia 14

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Gostas mais dos teus amigos virtuais do que dos teus amigos reais?
Não tenho amigos virtuais. Já conheci pessoas através da Internet, só dois é que se tornaram amigos. Um afastou-se, o outro continua na minha vida virtual e real.

2. Facebook ou Twitter?
Facebook.

3. Twitter ou Tumblr?
Blogger :p

4. Estás a ver TV neste momento?
Não, estou a responder a isto.

5. Nomes dos teus melhores amigos?
Hmm não vou dizer... Mas as iniciais são R, E, M, P, J, J e A.

Dos erros

Não sou capaz de ficar calada a remoer as palavras que me dizem, não sou capaz de deixar simplesmente passar em branco alguma situação que me magoou. Quando não gosto de determinadas acções ou palavras digo-o, na esperança de que a outra pessoa compreenda o meu lado e não repita o que, a meu ver, foi um erro. Da mesma forma, gosto que me apontem as minhas falhas para que as possa corrigir.
A maioria das pessoas não admite os erros, esconde-se por detrás das ditas "desculpas esfarrapadas" ou tenta colocar as culpas noutros quando sabe perfeitamente que não agiu da melhor forma.

E é por isto que não consigo conter as lágrimas quando me pedes desculpa, quando mostras que me ouves, que me percebes, é nessas raras vezes que sinto que me valorizas, que te queres adaptar a mim. E mudas e tentas e consegues, por mim, por nós, porque eu sou a estranha que aceita coisas difíceis de aceitar e se magoa com as coisas mais simples. Às vezes acabo a sentir-me culpada por te "acusar", mas se te confronto é porque me importo, porque quero perdoar e esquecer... Sou assim, fria e hiper sensível, nem eu me percebo.

Não estou habituada a que me peçam desculpa ou que me agradeçam, normalmente "obrigada" e "desculpa" são duas palavras que ouço em conjunto, quando me afasto das pessoas, porque só depois de me perderem percebem o meu valor. Uma das coisas que mais admiro é esta capacidade de reconhecer que não somos perfeitos, que também erramos, é o tentar mudar os nossos comportamentos para nos tornarmos seres humanos melhores.

Dia 13

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Já foste expulso/suspenso? Porquê?
Não, estar com a cabeça noutro lugar ainda não é motivo para expulsão, por isso...

2. Já foste preso? Porquê?
Nop.

3. Já amaste alguém?
Sim... pais, afilhada, padrinhos, um primo que é quase um irmão para mim, amigos mais próximos...
Em relação ao tipo de amor a que a pergunta se refere (penso eu), sim, amei/amo 3 pessoas.

4. Conta-nos a história do teu primeiro beijo.
Hmm tenho dois primeiros beijos e agora? :p
O primeiro mesmo foi na escola atrás do pavilhão de Educação Física (ainda era uma miúda), ele gostava de mim e eu também gostava dele mas não queria admitir, então os nossos amigos levaram-me até lá e ele estava à minha espera. Sentei-me para conversar um bocadinho e ele acabou por me roubar um beijo. Foi um beijo muito rápido, meio a medo e eu acabei por fugir dele.
O primeiro beijo mais a sério foi relativamente recente, foi perfeito e não vou contar :p

5. Tens fome neste momento?
Tenho, só comi uma barra de cereais às 8h45 e nunca mais chega a hora de almoço :/

Dia 12

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Cor preferida?
Depende do que estejamos a falar, mas, no geral, gosto de azul e preto.

2. Comida preferida?
Não tenho uma comida favorita, gosto de massas (hoje o meu jantar vai ser massa com legumes salteados, é uma forma de não os deixar estragar).

3. Última coisa que comeste?
Chocolates :p

4. Primeira coisa que comeste esta manhã?
Cereais com iogurte.

5. Alguma vez ganhaste uma competição? De quê?
Hmm nada de importante. Já ganhei competições de atletismo e futebol (esta última em equipa claro) na escola, hip-hop (em grupo), ganhei um concurso de escrita (na escola também ganhei alguns), os prémios de mérito do secundário e faculdade contam? E acho que é só...

Dia 11

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Alguma vez desejaste ser outra pessoa?
Hmm penso que não, gosto de ser quem sou.

2. Uma coisa que desejavas mudar em ti?
Só uma? Tirava as olheiras, por exemplo, não consigo eliminá-las por mais horas que durma, já nasci com elas de certeza...

3. Marca preferida de maquilhagem?
É aquela que está em promoção quando um produto acaba e tenho que substituir :p Às vezes também me apetece comprar igual ao anterior porque gostei dos resultados, outras vezes apetece-me experimentar algo novo, é pro lado que estiver virada... não tenho marcas favoritas, também não ligo muito a maquilhagem.

4. Loja preferida?
Mas loja de quê? A pergunta é tão abrangente... Gosto da H&M porque se encontram coisas muito bonitas e em conta e num estilo semi-formal que é o que uso mais, FNAC (deve ser mais por causa do cartão), Primark pela variedade e preço claro (se bem que às vezes a confusão me chateia), lojas dos chineses porque há sempre algo que precisamos e eles têm barato (tipo post-its, sei lá), Continente pela variedade também, Livrarias (todas, venham elas :p ),... Como respondi da última vez: Centros Comerciais, porque têm estas lojas todas e mais algumas.

5. Blogue preferido?
O meu, claro, ninguém me compreende melhor que a Mar :p

Dos dias em que não penso em mim

Há dias em que gostava de carregar os teus pesos, libertar-te de todos os problemas e angústias, eliminar os dias maus e roubar de ti apenas sorrisos. Se o soubesses não me deixarias, ainda assim, em segredo, tento e peço os teus problemas para mim, desejo com todas as forças que sejas feliz e proponho-me acreditar que, de algum modo, os meus pensamentos terão a força necessária para estares mais perto de o ser.
Sei que não sou o que precisas, mas tento cumprir da melhor forma o papel que me deste. Talvez, por vezes, tente ser mais, talvez me embrenhe demasiado na tua vida (é difícil distanciar-me quando tudo o que te acontece tem tanto impacto em mim), talvez exija demasiado de ti...
Estamos a pouco mais de 2 meses do final do ano e receio que o meu desejo para 2014 não se concretize. Há dois anos, inconscientemente, pedi-te, sem sequer saber da tua existência, o ano passado o meu desejo foi por ti, para ti, tinha esperança de que, tal como o outro, se realizasse. Queria tanto que se realizasse, mesmo que isso implicasse perder-te (o que é muito provável), mas, sabes, que se lixe! Poderias finalmente dedicar-te a ti, ser feliz, que posso pedir mais? Eu? Vou cair e levantar-me, como sempre e, de alguma forma, também aprenderei a ser feliz.

Dia 10

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Qual é a tua paranóia?
Insistir em querer compreender o sentido da vida, dos acontecimentos, das ligações, do destino,...

2. Já alguma vez estiveste ganzado?
Não.

3. Já alguma vez estiveste bêbedo?
Não, alegre só.

4. Fizeste algo recentemente que esperas que ninguém descubra?
Não, há várias coisas que guardo para mim e que não quero partilhar, a vida é minha, as decisões são minhas, ninguém tem nada que ver com isso, mas se outros descobrirem não há problema.

5. Qual é a cor do última camisola com capuz que usaste?
Hmm... acho que nunca usei nenhuma... estranho...

Dia 9

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Acreditas que toda a gente merece uma segunda hipótese?
Não, só os que lutam para a conseguir. Só dou segundas hipóteses a quem me provar que as merece.

2. Se estiveres extremamente quieta, o que significa?
Que estou triste ou magoada com algo ou alguém.

3. Sorris a desconhecidos?
Frequentemente.

4. Preferias fazer uma viagem ao espaço ou ao fundo do oceano?
Hmm talvez ao fundo do oceano... deve ser muito bonito mas não é algo com que sonhe...

5. O que te faz sair da cama de manhã?
Saber que ainda tenho muito para viver, para conquistar, muitas marcas para deixar no mundo.

Dia 8

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Já alguma vez gostaste de alguém e nunca lhe disseste?
Só gostei a sério de 3 pessoas. Ao primeiro disse mas ele não acreditava que eu podia gostar dele; ao segundo não disse mas ele sabia, o objectivo não era disfarçar, era fazer com que ele me notasse de alguma forma; ao terceiro, o terceiro sabe, se calhar digo-lhe vezes demais...

2. O que dizes durante silêncios constrangedores?
Estou a tentar lembrar-me de alguma situação destas mas não encontro... se calhar é porque não encontro desconforto no silêncio. A verdade é que também não costumo ficar sem tema de conversa, tenho sempre algo a dizer, há momentos de silêncio mas nem todos são constrangedores, às vezes parar de falar também é bom.

3. Descreve o teu rapaz/rapariga de sonho.
Inteligente, atrevido, com um talento especial; que me consiga prender durante horas numa conversa agradável; que consiga compreender que a verdade é sempre preferível, por mais horrível que pareça vou aprender a lidar com ela; alguém que me queira realmente conhecer e que se esforce por compreender as minhas decisões e motivações por mais absurdas/estranhas/antagónicas que pareçam; alguém que aprecie o facto de eu o tentar ajudar, confortar, compreender; alguém que me valorize; alguém que me ame. (Chega? Se alguém o conhecer pode enviar para minha casa :p )

4. Quais são as tuas lojas preferidas para fazer compras?
Continente? haha Não tenho lojas favoritas, gosto, por exemplo, de centros comerciais porque têm uma grande variedade de lojas, desde lojas de roupa, calçado, acessórios, a livrarias, cinemas, restaurantes, ... (daí o continente, é pela variedade :p )

5. O que queres fazer depois da universidade?
Já estou a fazer. Estou a trabalhar na minha área, tenho bastantes responsabilidades para uma estagiária (demasiadas até tendo em conta que, neste momento, por exemplo, se me atrasar no meu trabalho toda a empresa se atrasa), gosto do sítio onde trabalho, das pessoas. Agora é continuar a esforçar-me para garantir o meu lugar ali, depois é fazer crescer a empresa e crescer com ela... Para já, a curto-prazo, é isto, depois logo se vê, ainda estou a aprender como tudo funciona.

Da inconstância dos dias

Nos dias em que me sinto mais frágil consigo ver dentro de mim, como se todas as barreiras e camuflagens que crio para me proteger adquirissem transparência. É nesses dias que me apercebo do quanto consigo ser forte, ainda que os momentos em que a força escasseia sejam cada vez mais recorrentes. Nesses dias consigo descortinar os milhares de pedaços em que se divide o meu coração, nos dias restantes os olhos vivem embaçados, criando a ilusão de que permaneço inteira. Há dias em que me fazes deixar de acreditar que alguém se poderá interessar por mim, fazes-me perder a confiança, fazes-me ver alguém diferente no espelho. Há dias em que me sinto "ninguém". Há dias em que destróis um bocadinho mais de mim. Há dias em que me fazes mal, mas até nesses continuo a querer estar contigo. Custa-me admitir que, um dia, me deixarás completamente destruída e não faço ideia de como vou conseguir lidar com isso.

( - Não, não está tudo bem).

Dia 7

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. O teu cabelo é comprido o suficiente para fazer um rabo de cavalo?
Yap, mas provavelmente em Dezembro deixará de ser... Veremos.

2. Com que celebridades fazias um ménage à trois?
Sério? Nenhuma!

3. Escreve o teu nome com o teu queixo.
(e eu a pensar que isto era uma coisa séria... next!)

4. Praticas desporto? Que desporto?
Nada de nada, tenho que mudar isso mas com este frio perco a vontade toda. (A sério, eu até era uma rapariga que fazia desporto... ginástica, dança, atletismo, futebol,...)

5. Preferias viver sem TV ou sem música?
Que piada tem a TV sem música? Ver séries, filmes, telenovelas, (até publicidade) sem música... não dá.

Dia 6

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. O que é que fazes quando acordas?
Penso "já? quero dormir mais", viro para o outro lado, costuma vir-me à memória o sonho que estava a ter, normalmente acabo por adormecer de novo :p Quando a saga "adiar o despertador mais 10 minutos" termina faço o que todas as pessoas fazem: abrir os olhos de vez e tirar o rabo da cama.

2. Preferias que a tua pele fosse mais clara ou mais escura?
Mais clara não deve ser muito fácil, se fosse para alterar teríamos obrigatoriamente que escurecer. O tom de pele não me causa transtorno, está bom assim.

3. Com quem te sentes mais confortável?
Não me sinto desconfortável com ninguém, sou sempre eu própria quer gostem quer não, só doseio a quantidade de mim que dou a cada pessoa. Há sim situações que, por serem experiências novas, me deixam mais desconfortável, mas é tudo uma questão de adaptação, gosto de novidades (sim, boas ou más, temos que aprender a lidar com tudo).

4. Algum dos teus exs disse-te que se arrependia de terem acabado?
A haver "ex" foi um, sinceramente não sei se conta... anyway, fui eu que acabei porque ele não cumpriu uma promessa que me fez, continuamos amigos (só) depois disso, entretanto perdemos o contacto, recentemente voltamos a falar e ele já me pediu desculpa por isso, por ter agido mal comigo, disse que talvez as coisas tivessem sido diferentes. Conta?

5. Alguma vez queres casar?
Sim, quero. Não me interessa se as pessoas dizem que o casamento é só um papel, sim, é só um papel, mas fascina-me toda a cerimónia associada, todas as tradições, é o gritar ao mundo que escolhemos aquela pessoa para o resto das nossas vidas. Sempre, desde que me lembro, quis casar, é, talvez, a minha única futilidade. A maioria das pessoas hoje vê o casamento apenas como mais um gasto e sei que o investimento é enorme, mas fazer o quê? Encarem como um dos meus sonhos, porque é o que significa para mim, é importante para mim como tantas outras coisas simples que a maioria das pessoas não compreende. "Só" falta encontrar a pessoa que vai passar o resto da vida a aturar-me. "- E se ele não quiser casar?" Se não quiser não casamos, não será por isso que vou abdicar do homem da minha vida, mas que me parte um bocadinho o coração isso parte...

Nos teus (a)braços

Lê-me nas entrelinhas dos olhares furtivos que te lanço quando repouso a cabeça no teu ombro. Confirmo a tua presença em intervalos regulares, instintivamente tento impedir que te disperses, quero-te completamente ali, corpo e mente.
Insisto em aproximar-me ainda mais quando fisicamente é já impossível fazê-lo, aperto o teu corpo contra o meu por medo de que te soltes e não mais queiras encaixar-te em mim.
Hoje gostava que estivesses aqui, simples assim, gostava de novamente experimentar o teu abraço, de estar contigo, apenas estar, sem que palavras fossem necessárias.
Ambos sabemos que subsisto em medos e inseguranças que luto para contrariar, esforço-me por esquecer os motivos pelos quais não pode dar certo entre nós, mas sentir-me-ás tremer de cada vez que os teus olhos encontrarem os meus e a tua pele entrar em contacto com a minha, ainda assim, não há melhor sensação do que a de poder tremer nos teus braços.
Não quero pensar no futuro, apenas no agora e, agora, gostava que fôssemos felizes.

Dia 5

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Quais são os teus maus hábitos?
Roer as unhas; pensar demasiado e a uma velocidade estonteante.

2. Onde gostarias de viajar?
O mundo inteiro conta? Viagens de sonho: EUA, Japão e toda a Europa (sim, Portugal também, conheço pouco ainda).

3. Tens problemas de confiança?
Não, costumo saber instantaneamente em quem devo confiar e até onde posso confiar. Há 7 pessoas a quem confiava a minha vida se fosse necessário.

4. Qual é a tua parte preferida da tua rotina diária?
As conversas nocturnas.

5. Com que parte do teu corpo te sentes mais desconfortável?
Não me sinto desconfortável com nada, há muitas coisas das quais não gosto mas isso não me faz ficar desconfortável.

Dia 4

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Beijavas novamente a última pessoa que beijaste?
Sim. (Chega ou é preciso explicar porquê?)

2. Achas que há vida noutros planetas?
Há vida noutros planetas. E sim, também acredito que haja algures no Universo seres semelhantes aos humanos, ainda há tanto para descobrir porque não? Tal como ouvi algures "não haver, seria um desperdício de espaço".

3. Ainda falas com a tua primeira paixoneta?
O termo "paixoneta" confunde-me... se falamos da primeira pessoa que, de alguma forma, me despertou interesse, cumprimento-o quando passo por ele na rua; se falamos da primeira pessoa de quem gostei mais a sério, retomei o contacto com ele há pouco tempo e sinto-me à vontade a falar com ele como se não tivesse passado tempo nenhum, as conversas acontecem raras vezes mas é o suficiente para manter a amizade.

4. Gostas de banhos de espuma?
Há alguém que não goste? Isto deu-me uma ideia...

5. Gostas dos teus vizinhos?
Não sei responder a isto... Não mantenho um contacto próximo com os meus vizinhos. Somos simpáticos uns para os outros mas não somos amigos...

Dia 3

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. O que diz a mensagem mais recente que enviaste?
Tirando as mensagens de trabalho (destas, a última deve ter sido "ok, já lá vou ter"), pasmem-se, a última mensagem enviada diz: "Beijinho".

2. Quais são as tuas cinco músicas preferidas neste momento?
Esta é das perguntas mais difíceis que me podem fazer, tudo o que tenha que ver com hobbies é o caos, isto porque tenho gostos muito versáteis e não me "prendo" a nada, mas vamos lá dizer 5 músicas...

Sara Paço - No Love Is Right Or Wrong
Ry Cuming - Always Remember Me
Ella Eyre - Love Me Like You
Mimicat - Tell Me Why
Arctic Monkeys - Do I Wanna Know?
Breaking Benjamin - Diary of Jane (acustic version)

(pronto, foram 6 e tudo :p)

3. Gostas quando as pessoas brincam com o teu cabelo?
Quando me mexem no cabelo costumo ficar arrepiada, pode ser um arrepio bom ou mau, depende de quem mexe, como mexe, etc...

4. Acreditas em sorte e em milagres?
Acredito que fazemos a nossa própria sorte e os nossos próprios milagres. Pensamentos/actos bons atraem coisas boas, sempre ouvi dizer.

5. Que coisas boas aconteceram este Verão?
Aconteceram coisas boas mas nada de novo ou digno de relevo. As grandes mudanças deram-se em Abril, o conseguir emprego, voltar a estar com alguém especial, ... os meses seguintes foram um processo de conquista pessoal e profissional, todos os dias luto para ultrapassar barreiras e me tornar melhor a todos os níveis.

Dia 2

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Por que tipo de pessoa te sentes atraído/a?
Ui, pergunta difícil... eu tenho a estranha "capacidade" de olhar para uma pessoa e saber, instantaneamente, se a pessoa vale ou não a pena (e acreditem que não tem mesmo nada que ver com o aspecto físico). É complicado enumerar características, mas... no "amor" eu tenho um tipo:
homens inteligentes, atrevidos e com um talento especial que me cative (e aqui há inúmeras possibilidades). Todos os homens de quem gostei (poucos mas bons :p) tinham estas características, nem todas as pessoas que conheci com estas características me despertaram interesse, portanto... é complicado. Nas amizades não gosto de pessoas mentirosas, hipócritas e fúteis; acho que para construir grandes amizades basta que as pessoas sejam capazes de ser amigas no verdadeiro sentido da palavra. Ah, os meus amigos têm que ter uma pitada de loucura, claro :)

2. Achas que vais estar numa relação daqui a dois meses?
Gostava mas não me parece... acho que já fico feliz se as coisas ainda se mantiverem como estão actualmente.

3. Quem, do sexo oposto, está nos teus pensamentos?
A pessoa que me consegue roubar sorrisos com um simples "olá" mesmo quando quero ficar chateada com ele...

4. Falar de sexo deixa-te desconfortável?
Nop, normalmente o assunto não surge com seriedade... a sério só falo disto com uma pessoa.

5. Quem foi a última pessoa com quem tiveste uma conversa profunda?
Com a minha melhor amiga (é, sou daquelas que tem a amiga a quem conta tudo, ou quase :p ), precisava de desabafar, de partilhar algumas coisas que tenho vindo a guardar para mim sem me sentir mal ou culpada pelas minhas escolhas e sei que ela não me iria julgar. Conhecemo-nos há 8 ou 9 anos e sei que quando for velhinha lhe vou enviar mensagens a dizer o que me dói e a queixar-me dos cortes na reforma :)

Dia 1

*Desafio 30 Dias ~ 5 Perguntas

1. Quem foi a última pessoa a quem deste a mão?
À minha afilhada, tem quase 21 meses, é a bebé mais linda do mundo :p

2. És extrovertida ou tímida?
Não sou tímida, sou calada, gosto de ter tempo e espaço para me entregar aos meus próprios pensamentos, para viver um bocadinho no meu mundo. Sei ser bastante extrovertida quando estou à vontade com as pessoas, quando estou feliz, quando gosto das pessoas com quem estou. As excepções são quando me sinto pressionada de alguma forma (aí volto para o meu mundo, para os meus pensamentos) e quando estou magoada ou desiludida (fico quieta e calada, só abano a cabeça para dizer "sim" e tento conter as lágrimas) - claro que isto só funciona com as pessoas que são realmente importantes para mim.

3. Quem é que mais anseias ver?
Os meus amigos da faculdade, já não os vejo há muito tempo mas falta pouco para estarmos juntos novamente, e alguém que vi há relativamente pouco tempo mas que já parece tempo demais (ai estas noções do tempo...).

4. É fácil lidar contigo?
Sim. Não sei desenvolver esta pergunta... as pessoas normalmente simpatizam comigo, estou sempre disponível para ajudar mas não sou de me "dar" a qualquer pessoa. Poucos são os que me conhecem e lidam realmente comigo, tento fazer o melhor que posso por essas pessoas, se precisar de dar o braço a torcer, dou, se sentir que preciso de pedir desculpa, peço. Tento ser compreensiva, colocar-me no lugar dos outros e aconselhar até onde souber. Se tenho sempre sucesso? Não, às vezes sou mal interpretada, cometo milhares de erros, mas no final as coisas resolvem-se porque são pessoas que me conhecem, que confiam em mim. (Ok, como todas as pessoas, tenho dias péssimos em que quem puxar por mim leva com o mau humor, a parte boa é que normalmente percebo quando estou assim e faço os possíveis para não descarregar em quem não tem culpa).

5. Se estivesses bêbedo/a, a pessoa de quem gostas cuidaria de ti?
Se estivesse comigo sim, tenho a certeza que sim.

30 Dias ~ 5 Perguntas

Vi este desafio no blog Encontramos em Veneza (o post original do desafio pode ser encontrado aqui) e consiste em responder a 5 perguntas por dia durante 30 dias. Como este blog tem andado mais parado, essencialmente por falta de inspiração, e por ter noção de que os meus posts primam por retratar o que acontece comigo e o que sinto de uma forma bastante indirecta, vejo este desafio como uma oportunidade de vos dar a conhecer um bocadinho mais da Mar, mais de mim. Sintam-se à vontade levar o desafio convosco, para fazer perguntas, para o que quiserem, façam de conta que esta casa também é vossa :)

Dia 1       Dia 2       Dia 3       Dia 4       Dia 5

   Dia 6       Dia 7       Dia 8       Dia 9       Dia 10

   Dia 11     Dia 12     Dia 13     Dia 14     Dia 15

   Dia 16     Dia 17     Dia 18     Dia 19     Dia 20

Piano, pianíssimo

Quando as palavras forem insuficientes para nos permitir dizer o que sentimos, ouvirei os teus pensamentos piano, pianíssimo como se palavras tuas fossem murmuradas ao meu ouvido. Quando tiveres receio de me tocar, fecharei meus olhos e sentirei o suave toque das tuas mãos no meu rosto. Quando me olhares e o tempo perder o sentido, saberei que o mundo parou para me deixar saborear cada segundo a teu lado. Quando a tua ausência for impossível de suportar, chegarás ao início da noite e apoderar-te-ás de mim, como sempre fizeste, como sempre farás. Ainda que inconscientemente, no delírio incontornável dos meus sonhos, pegarás na minha mão, poderei senti-lo, e sussurrar-me-ás doces palavras de consolo. Quando não mais for capaz de respirar, sentirei o cheiro do teu perfume ao meu redor. Quando não mais for capaz de ouvir, sentirei a música das tuas palavras, a melodia do teu amor. Quando não mais for capaz de viver, sentirei a tua presença e saberei que sempre estiveste a olhar por mim, discreto como uma nota que, na imensidão da pauta, é tocada piano, pianíssimo mas, sem ela, a melodia não teria sentido.

*republicação; original de 24/07/2013 às 14h18

Do filme que somos

Inspirada pelas memórias que prevalecem dos nossos encontros construo cenários encadeados entre si, formando o filme que é a nossa história. Perco-me nos diálogos quase infinitos que sustentaram dias de conversas, releio os sentimentos descritos e observo o teu sorriso involuntário perante as minhas observações (im)pertinentes. Sinto-te próximo como nos escassos dias em que pude sentir o teu corpo junto de mim e agarro-me à esperança de não ter que te deixar ir.
As cenas sobrepõem-se a uma velocidade estonteante, tantas são as memórias ignoradas, esquecidas, tidas como irrelevantes quando para mim significam tanto. É o preço a pagar por querer contar a nossa história, não consigo condensar tudo num espaço tão curto. Talvez não saiba falar de nós, por isso nunca ninguém saberá tudo, somos um segredo bem guardado, falta-nos, apenas, construir o nosso final.

Palavras

Quanto valerão as palavras se não forem acompanhadas por gestos condizentes que comprovem a sua veracidade?
Continuamos a apaixonar-nos por palavras talvez porque, no fundo, desejamos tanto que sejam reais...