Odeio...

Odeio que decidam por mim, odeio mesmo... se tiver que sofrer que seja por causa de uma decisão minha, não por causa da decisão de alguém que fez o que achava ser melhor para mim. É que nunca acertam... Eu sei o que é melhor para mim, e "melhor" não significa "sem sofrer", sofrer faz parte, eu já aceitei isso e vocês?

(só não confesso que gosto do sofrimento porque ninguém iria compreender, talvez seja demasiado complexo...)

4 comentários:

  1. Estás a ver aquela frase escrita com letras pequeninas? Compreendi-a bem. Acho que me mantém mais viva, mais forte, mais determinada, do que qualquer momento de felicidade. Pelo menos, desafia-me :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, o desafio, o ter que lutar para conseguir as coisas... isso e o sentir, só sei que sinto quando reconheço a dor em mim, faz-me sentir viva, humana.

      Eliminar
    2. O incerto. Acho que sou tão apaixonada pela incerteza quanto tento fugir dela. É estranho, mas gosto de estar confusa e de não saber muito bem o que fazer a seguir... é mais difícil, mas tem muito mais sabor do que ter a vida traçada a régua e esquadro. Sabe tão bem isso do "amanhã logo se vê" :b

      Eliminar
    3. Percebo-te, também gosto que a vida me surpreenda, me "troque as voltas", mas tenho tendência para tentar descortinar todos os cenários, tentar descobrir os finais... já os meios, não gosto de os planear, gosto de viver à medida que as coisas vão acontecendo...

      Eliminar