Azul

Perdi-me hoje no azul de um olhar. Na verdade, não foi só hoje, há algum tempo que me lá perco, perco-me desde o segundo em que descobri aquele olhar. Questiono-me como aqueles pequenos olhos me podem fazer tão feliz quando encontram os meus, quando demonstram a vontade de uma aproximação, quando são perseguidos pelo movimento que pede um abraço. É um olhar inocente, ainda não foi atingido pela crueldade que, por vezes, a vida parece transparecer, um olhar carregado de determinação e teimosia.
Tem pouco mais de um aninho e quando olha para mim sei que me transformo na madrinha mais babada do mundo :)

*Desafio: Palavrar a cada dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário