Porque te perdes?

Porque te perdes em promessas vãs, em cruzadas vazias, em buscas infundadas? Porque me olhas como se eu não fizesse sentido? (Não faço, deverias saber). Porque não admites que também queres, que também esperas? Porque não admites que também precisas de mim? Porque me provocas para te fazer ir e insistes sempre em voltar? Porque me tentas trocar e não consegues? Porque te perdes e me fazes perder? Porque me queres e me tomas sem te dar?

O que buscas, o que perdes?

*republicaçao; original de 02/01/2014 às 18h53

4 comentários:

  1. Ou, para que complicar o simples, não?
    Gostei, e mais cedo ou mais tarde, ele se resolve :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando sabemos o que queremos, o que sentimos sim, é simples :)

      Eliminar
  2. Há pessoas assim, gostam de complicar aquilo que é simples! Eu cá gosto de descomplicar!

    ResponderEliminar