Perspectivas

Na vida, tudo é uma questão de perspectiva. A própria felicidade é uma questão de perspectiva.
O ser humano tem a peculiar tendência de considerar que a sua vida é pior que as outras, por demasiadas vezes ouço a frase "ninguém sabe o que eu passo" e as suas incontáveis variações. E é verdade, ninguém sabe a vida de ninguém a não ser o próprio, mas porque tendemos a exagerar as coisas menos boas como se nada de bom existisse? Sim, há vidas que não são fáceis, há situações realmente complicadas, mas custa-me ver queixas de pessoas que têm, e isto não é exagero, tudo, custa ver as pessoas a transformar problemas minúsculos em enormes tempestades, custa-me ver reclamações e mais reclamações de quem não faz nada para alterar as circunstâncias quando seria tão fácil fazê-lo. Somos cobardes, a verdade é essa, acomodamo-nos, aceitamos o que outros nos impõem sem mostrar qualquer desagrado e depois reclamamos, quando estamos num ambiente seguro, quando nada de mal nos pode acontecer.
O meu problema, a maioria das vezes, é esse mesmo, não consigo ficar calada, posso ficar mal (normalmente fico), prejudicar-me a mim própria em vários aspectos, mas pelo menos vivo de consciência tranquila, digo tudo o que tenho a dizer, mostro o meu desagrado, luto pelo que acho correcto, pelos meus direitos.

Não existe ninguém totalmente feliz, não acredito que exista, faltará sempre algo e, mesmo quando parece que temos tudo, queremos sempre mais. Não é mau ser ambicioso, mas devíamos valorizar também as coisas boas que temos, falta ao mundo optimismo.

4 comentários:

  1. Hoje almoçava com alguém com quem falava sobre isto mesmo. Dizia eu que a vida podia ser mais fácil, dizia ele que são raríssimas as pessoas que são realmente felizes. Problemas todos temos, apenas mudam a intensidade e a importância dos mesmos. Vamos mas é dar à vida a importância que ela tem :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes a vida exagera nos obstáculos que nos coloca, mas haver algo mau não é motivo para desvalorizar todas as coisas boas que temos. Há pequenos momentos que nos fazem realmente felizes, (não esquecendo o resto) devemos dar mais valor a esses :)

      Eliminar
  2. Isso é verdade. Falo por mim, por vezes perco um bocado a perspectiva e fica tudo um bocado turvo. Depende dos dias... :)
    O nosso cérebro tem mais tendência para se fixar no que aconteceu de negativo do que no positivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cabe-nos a nós contrariar essa tendência e valorizar as coisas positivas, na minha opinião o optimismo é uma das melhores armas que temos... acreditando, tudo se torna mais fácil e mais agradável :)

      Eliminar