Tempo

Crescemos com a crença de que o tempo é inesgotável, vivemos na falácia de "ter tempo". Não faço agora porque tenho tempo, amanhã ou depois, "tenho tempo". Todos os dias vivemos erroneamente, julgando que "temos tempo". Quem nos garante o tempo? E se eu disser que amanhã deixarás de ter tempo? O que farias hoje se te dissesse que daqui a um mês estarás morto? Tenho certeza de que terias muitas pessoas para contactar, muitas palavras para dizer, muitos sítios para ir... Porque não as dizes hoje? Porque não vais? Quem te garante que tens tempo?

*republicação; original de 16/01/2014 às 19:34

6 comentários:

  1. Gosto!
    Ainda que se note bastante sofrimento nas tuas palavras, aprecio a tua escrita. ;)

    ResponderEliminar
  2. Ninguém nos garante que tenhamos tempo. Temos que aproveitar o tempo, no presente.

    ResponderEliminar
  3. texto que nos põe mesmo a reflectir, grandes verdades! gostei da tua escrita.

    ResponderEliminar
  4. adorei este texto! é isso mesmo.. ninguém nos garante que tenhamos o 'amanhã' ou o 'para a semana'.. mais vale sermos felizes e fazer o que temos de fazer HOJE! :p
    está a decorrer um sorteio no meu blog, se puderes participa! :) beijoca
    lajoiedevivrebyclaudia.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Olá. A verdade é que perdemos muito tempo, com coisas pequenas. Por exemplo, quando estou a gostar de alguém, não tenho a coragem de dizer logo á pessoa que estou a gostar dela e quando dou por mim, é tarde demais. beijos e um abraço. boa sorte com este novo espaço.

    ResponderEliminar
  6. Pois o tempo, ninguem nos garante que estamos cá amanha é um grande verdade *

    ResponderEliminar